blogjucelioalmeida@gmail.com

Paraíba. Candidatos a vereador e cabos eleitorais são presos por porte ilegal de arma

Paraíba. Candidatos a vereador e cabos eleitorais são presos por porte ilegal de arma
Blog Cariri : Em Alagoas, candidato a vereador pede voto apontando arma de  fogo para o eleitor

A Polícia Militar estava realizando rondas na Zona Rural de Pedras de Fogo, na noite desta sexta-feira (16),  mais precisamente no Sítio Una, quando abordou um veículo pertencente ao grupo de campanha do candidato Manoel Júnior (Solidariedade). No interior do veículo Edivaldo Idalino da Silva, conhecido na região por “Nanau”, a candidata a vereadora Italanandes, conhecida como Ita da Saúde (PMB), Orlando Teodoro, Petrucio Mendes, e o Policial Militar, José Fernando Batista, conhecido na região como “Loquinha”

 Ao realizarem busca no veículo, os policiais militares encontraram duas armas de fogo, sendo uma pistola 9m e um revólver calibre 38, ambas municiadas.  Todos os envolvidos, juntamente com as armas apreendidas, foram apresentados ao delegado plantonista na cidade de Alhandra. Já na delegacia, se apresentou o candidato a vereador Alisson Rodrigues, conhecido por Alinho Potência, este identificado como proprietário da pistola 9mm,  a candidata Itala da Saúde, se afirmou dona do revólver calibre 38.

Após adotar os procedimentos cabíveis, os candidatos a vereadores Alisson Rodrigues, e Itala da Saúde, foram liberados ÁS 04:40H da manhã do dia 17/10/2020, após pagar fiança no valor de R$ 1000,00, individualmente, as armas foram encaminhadas para perícia.

De acordo com informações recebidas pelo Polêmica Paraíba, o Nanau, Petrúcio e o Loquinha são seguranças do candidato a prefeito, Manoel Júnior; e durante a semana, sempre nas “madrugadas”, precisamente na quarta, quinta e sexta – feira( dia da prisão em flagrante), os mesmos percorreram a zona rural de pedras de fogo, ameaçando e intimidando os moradores, chegando a abordar e “mandarem” descer do veículos, qualquer um que passava na estrada, obrigando a mostrar nota fiscal de compra de mercadorias; ainda de acordo com informações, os mesmos apontam as armas para a população, intimidando qualquer um que passa na zona rural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *