blogjucelioalmeida@gmail.com

Gervásio diz que “nem com empurrão de Lula a candiatura de Veneziano decolou”

Gervásio diz que “nem com empurrão de Lula a candiatura de Veneziano decolou”
O deputado federal Gervásio Maia classificou a candidatura de Veneziano a Governador de “gambiarra”

Se tem um político na Paraíba na contramão do senador e pré-candidato a Governador pelo MDB, Veneziano, pode-se afirmar que é o deputato federal Gervásio Filho (PSB). Porque se não coube nem ao próprio governador João Azevêdo, que tenta a reeleição, confrontar o pemedebista um de seus adversários mais diretos, a firmeza de propósito incumbiu Gervásio de soltar o verbo nesta terça-feira, 21, no Sistema Correio de Comunicação.

Gervásio, ao apertar o gatilho de sua metralhadora de palavras, disparou contra Veneziano adjetivos que que vão desde “ingrato” a termos que, geralmente, se escuta em discussões efevercentes: “candidatura gambiarra”.

“Veneziano não decolou. Ele saiu da base sem qualquer motivo. Não tem discurso, pois passou mais de três anos no governo e, se passou todo esse tempo, era porque, obviamente, o governo estava dando certo. Se pudesse fazer críticas pesadas ao governador, já estaria fazendo. Mas, ele sabe que pega mal”, disse o deputado.

Senador e pré-candidato a governador da Paraíba, Veneziano

Nem Lula ajuda

O presidente do PSB na Paraíba também fez questão de mencionar o pré-cadidato a presidente pelo PT, Lula, quanto ao esforço em vão de fazer decolar a candidatura de Veneziano, através de vídeos e declarações. O que na concepção do deputado nada mais é do que “um jogo de forçação de barra sem resultados construtivos”.

“Esse jogo de quem aparece mais na foto, grava um vídeo aqui, força ali é para tirar o candidato do MDB do atoleiro, não descolou e precisa de um empurrão do presidente Lula para alavancar”.

Passado não recomendável

Segundo Gervásio, o senador Veneziano fez parte de uma equipe muito bem osquestrada que tinha como enredo à cassação do mandato da petista Dilma Rousseff. Quando não só votou contra a ex-presidente como articulou nos bastidores um verdadero inferno político no qual se fizeram mergulhar a petista. Uma ruptura traumática dentro do curriculo politico do PT que até hoje não só alimenta a ira dos petistas, como mantem viva a lembrança daquele fatídico episódio.

“É uma gambiarra que se tenta fazer para tentar desatolar o carro. Tem dificuldade, inclusive, no PT raiz, porque quando estávamos sofrendo com a cassação de Dilma, Veneziano estava lá, votando para que Dilma saísse do poder… na hora que for para a prática, aquele vídeo não vai funcionar”.