Secretário de Saúda fala em erro de digitação sobre os erros na vacinação apontados pelo TC

Secretário de Saúda fala em erro de digitação sobre os erros na vacinação apontados pelo TC
O secretário de Saúde, Geraldo Medeiros, atribui a divergência de dados da vacinação a erros de digitação das secretárias de saúde dos municípios

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, atribuiu “erros de digitação” aos dados apontados em recente relatório do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB). O relatório divulgado nesta terça-feira, 15, revelou, entre outras irregularidades, que mais de 17 mil pessoas tomaram doses de vacina repetidas contra a Covid-19 no Estado.

Geraldo Medeiros, disse ao Polêmica Paraíba que os dados podem ter sido causados por erros de digitação, no momento da alimentação dos números da vacinação por parte das secretarias municipais de Saúde.

Os erros

Segundo o TC/PB, os relatórios apresentam divergências como vacinação de pessoas com CPF inválido, domicílio divergente do munícipio, menores de idade vacinados, falecidos vacinados e aplicação de doses de vacinas diferentes para a mesma pessoa.

Números divergentes

*17.943  mil pessoas tomaram doses de vacina repetidas contra a covid-19 na Paraíba. Em 29.406 casos houve intervalo incorreto entre as doses e 63.097 se vacinaram em municípios divergentes do local de residência.

*2.779 pessoas tomaram a segunda dose de vacina de um tipo diferente da primeira dose, além de que 260 se vacinaram com CPF inválido.